Tubulação de água para terrenos em declive, como proceder?

Tubulação de água para terrenos em declive, como proceder?

Mais uma vez estamos aqui para falar sobre legislação, uma parte que é bem importante na construção civil. Aqui você vai entender melhor sobre terrenos que são comprados em declive, ou seja, eu compro um terreno caído para o fundo e no fundo tem um vizinho que faz face para a rua de baixo. Mas, o que acontece quando compramos um terreno desses?

Temos que lembrar que quando chove a água que penetra no nosso terreno terá que escoar para algum lugar e normalmente é para o lado de baixo, então a Legislação Federal garante que o vizinho de baixo, que mora na região inferior do terreno tem a obrigatoriedade de dar uma servidão para que haja o escoamento da água da chuva até a rua de baixo.

Quando você tem um terreno nessa situação procure primeiro o seu engenheiro ou arquiteto para orientá-lo e num segundo momento, converse com seu vizinho de baixo e solicite a permissão para que você pode utilizar ou fazer dessa servidão a passagem da sua tubulação. Você e seu vizinho podem fazer essa servidão em comum acordo, se não houver esse consenso o custo para fazer a servidão na tubulação é de quem tem o lote em declive.

Outra situação que pode ocorrer é que o vizinho de baixo construa antes que o vizinho de cima, ou seja, o que está na parte inferior inicia sua obra antes da parte superior. É aconselhável que sabendo ele que o vizinho de cima um dia vai construir e gerar um volume de água que deverá passar pelo seu terreno, o ideal é que ele já deixe uma rede passada próxima do seu muro lateral até o muro do fundo. Evitando assim que o seu vizinho de fundos quando construir tenha que quebrar o seu piso para a passagem de tubulação até o meio fio. Isso é uma medida prudente e garante que não haverá problemas entre o vizinho de baixo e o vizinho de cima.