Tudo que você precisa saber antes de construir uma parede com blocos de concreto

 

O bloco de concreto é um material pré-fabricado utilizado, sobretudo, para a construção de paredes e muros. Como os tijolos comuns, os blocos funcionam em conjunto quando empilhados e quando unidos com argamassa. Para realizar esta união, os blocos têm um interior oco que permite a passagem de barras de aço e enchimento de argamassa.

Há uma grande variedade de dimensões e texturas, desde as superfícies lisas mais tradicionais até os acabamentos ondulados ou rugosos. Existem unidades especiais para cantos ou blocos próprios para receberem armaduras longitudinais. Suas dimensões variam entre o clássico 8x8x16 polegadas (aproximadamente 19x19x39 cm), para uso estrutural e outras versões mais finas para partições, com dimensões próximas a 8x3,5x39 polegadas (aproximadamente 19x9x39 cm). Mas como incorporá-los de forma criativa em nossos projetos?

Levantar paredes com blocos para construir um cômodo da casa exige técnica e conhecimento. O primeiro passo é identificar o tipo de bloco que irá compor a alvenaria. Os mais utilizados são os de cerâmica e os de concreto. Enquanto o primeiro é mais leve, tem fácil transporte e contribui para o conforto termoacústico da edificação, o segundo é a solução mais econômica, garante mais resistência, melhor planicidade e menor desperdício de materiais – tanto de bloco, quanto de argamassa para assentamento, reboco e gesso para revestimento.

Leia também: Principais cuidados na fabricação de blocos de concreto

Dicas para construir paredes com blocos de concreto

Para calcular a quantidade de blocos de concreto é preciso ter as dimensões e a altura do cômodo, e subtrair da área os vãos de janelas, portas e aberturas

Procurando por Blocos de Concreto em Sorocaba? Confira:

“Outra vantagem do bloco de concreto é a maior disponibilidade no mercado, e o fato dos pontos de fabricação e fornecimento estarem próximos dos consumidores”, afirma Jefferson Sidney Camacho, doutor em engenharia civil e professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista).

Como calcular a quantidade de blocos de concreto

Após especificar o tipo de bloco, é necessário calcular a quantidade necessária para a construção. Para isso, deve-se ter as dimensões e a altura do cômodo. Um croqui com as medidas pode facilitar, mas é importante subtrair da área os vãos de janelas, portas e aberturas existentes.

De acordo com o fascículo técnico Mãos à obra Pro, desenvolvido pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), um cômodo com área construída de 50,24 m² pede 12,5 unidades por m² de blocos de concreto (14 x 19 x 39 cm). Ao multiplicar, chega-se ao total de 628 blocos inteiros. Para calcular a quantidade de meios-blocos, basta adicionar 10% (porcentagem de reposição para perdas e quebras).

Passo-a-passo de paredes com blocos

O assentamento dos blocos de concreto para a alvenaria de vedação deve ocorrer 28 dias após a finalização da estrutura. Recomenda-se o uso da argamassa industrializada de assentamento e vedação Matrix.

Confira as etapas a seguir:

  • Prepare a argamassa de assentamento (mistura do pó com a água)
  • Umedeça a área de aplicação
  • Assente um bloco (com furos verticais, adequados para instalações hidráulicas e elétricas) em cada pilar já montado
  • Faça a primeira fiada com o auxílio de um fio de nylon (para garantir o alinhamento)
  • Verifique sempre o nível e o prumo do bloco
  • Corrija o bloco de concreto – caso esteja torto – antes do endurecimento da massa
  • Comece as demais fiadas pelos pilares e faça as juntas intercaladas (também na união das paredes)
  • Passe os conduítes e as instalações hidráulicas pelos furos verticais dos blocos
  • Verifique se há juntas verticais sem preenchimento
  • Confira também como fazer chapisco e reboco na parede de concreto

Procurando por Blocos de Concreto em Sorocaba? Confira:

Execução racionalizada

Para Camacho, “otimizar a fase de execução da alvenaria é fundamental para o sucesso do projeto. Deve-se considerar a aplicação adequada das técnicas de coordenação e a racionalização do sistema como um todo, além da compatibilização com os demais projetos. Importante, ainda, fazer o planejamento e o preparo antecipado das peças especiais que deverão ser empregadas na obra, como blocos elétricos e hidráulicos, vergas e contravergas”.

Dentro desse contexto de racionalização, o uso de argamassas industrializadas encaixa-se perfeitamente. O produto já vem pronto de fábrica e com propriedades de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Ganha-se na rapidez de aplicação e organização na logística, com fornecimento programado.

Leia também: Cobogó cimentício é tendência na decoração

Arquitetura com blocos de concreto: como construir com este material modular e de baixo custo?, Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon

Embora os primeiros blocos - massificados no início de 1900 - fossem fabricados à mão, hoje em dia é um material produzido de forma automatizada, milhares de blocos por hora. No entanto, por não exigir queima, cada unidade pode ser fabricada no local por pedreiros não qualificados, proporcionando uma vantagem que pode ser efetiva em certos casos.

 
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon

Em relação ao seu comportamento térmico, uma parede de bloco pode funcionar corretamente se as medidas adequadas forem tomadas. Por exemplo, é essencial garantir a colocação correta da argamassa em todas as juntas para evitar pontes térmicas. Além disso, pode-se incorporar isolantes - como o EPS ou a lã de vidro e o polietileno como barreira de vapor - no interior dos blocos, e adicionar uma camada isolante, como um reboco exterior.

Procurando por Blocos de Concreto em Sorocaba? Confira:

 
Casa entre Bloques / Natura Futura Arquitectura. Image © JAG Studio
Casa entre Bloques / Natura Futura Arquitectura. Image © JAG Studio

Em termos gerais, a sua fabricação consiste em 4 processos:

  • Mistura: após a pesagem, as quantidades apropriadas de areia, brita e cimento seco são incorporadas para serem mescladas automaticamente, adicionando água no final do processo.
  • Moldagem: em uma máquina especializada, a mistura é compactada em moldes que definem a forma e o tamanho de suas cavidades interiores e sua textura exterior. Este processo é geralmente auxiliado por vibrações mecânicas.
  • Cura: os blocos são inseridos em fornos a vapor (baixa ou alta pressão) para endurecer.
  • Empilhamento: os blocos secos são empilhados em cubos para serem armazenados.
 
Silent house / Takao Shiotsuka Atelier. Image © Takao Shiotsuka Atelier
Silent house / Takao Shiotsuka Atelier. Image © Takao Shiotsuka Atelier

"O concreto comumente usado para fazer este tipo de blocos é uma mistura de cimento portland com água, areia e brita, que produz um bloco cinza claro com uma textura de superfície fina e alta resistência à compressão", afirmam os criadores do site How Products Are Made. Assim, os blocos têm uma boa capacidade mecânica, incombustibilidade e isolamento acústico.

 
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon

O bloco básico foi alterado para fornecer soluções mais completas, como a impermeabilização. Alguns produtos atuais incluem aditivos adicionados à sua mistura, aumentando a tensão superficial do bloco e dificultando a passagem da água. Há também blocos com diferentes tipos de bordas, para repelir a água da sua superfície.

Procurando por Blocos de Concreto em Sorocaba? Confira:

 
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon
Casa Mipibu / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Nelson Kon

Dicas extras para uma construção básica com blocos de concreto

Antes de começar a construir ou projetar, você deve consultar os códigos e padrões de construção locais.

1. Se usarmos uma sapata corrida em vez de um radier, ela deve ter o dobro da largura do bloco. As linhas de referência são colocadas com um fio ou riscadas a giz e uma prova de ajuste é realizada sem argamassa.

2. A argamassa é misturada e espalhada na sapata - previamente umedecida - na largura de um bloco. A camada inicial deve ter 1 polegada (2,5 cm) de espessura.

3. Os blocos são localizados a partir dos cantos, aplicando argamassa em suas juntas verticais.

Leia também: Tipos de blocos de concreto: estruturais, fechamento e canaletas

 
© José Tomás Franco
© José Tomás Franco

4. Ao final de cada fiada, verifique se os blocos estão alinhados, verticalmente e horizontalmente, e aperte-os para ajustá-los, se necessário. Repita o processo para todas as paredes projetadas.

5. A união dos furos de cada unidade gera uma cavidade contínua na vertical, onde as armaduras metálicas podem ser inseridas.

6. Ao verificar que a argamassa é suficientemente dura, as juntas devem ser terminadas e equilibradas, limpando o excesso.

Projeto arquitetônico

Apesar de ser um material amplamente utilizado no mundo, suas possibilidades projetuais têm sido pouco exploradas. Os blocos de concreto são constantemente associados à autoconstrução e a habitações de baixo custo, situações que oferecem poucos espaços para explorar além do funcional.

Procurando por Blocos de Concreto em Sorocaba? Confira:

 
Casa + Estudio / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Pedro Kok
Casa + Estudio / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Pedro Kok

Através de um trabalho impecável, a obra de alguns arquitetos, como Terra e TumaNatura FuturaAgustín Lozada ou Takao Shiotsuka Atelier, nos encoraja a pensar em novas formas de usar esse material. Em sua obra, os blocos aparecem como protagonistas dos espaços, totalmente à vista e com a cor original, dando uma textura e aparência diferentes do tijolo; algo mais brutal, mas muito adaptável a outros materiais e elementos como vegetação e água. Ao usar este material, esses arquitetos conseguiram reduzir os custos de seus projetos, mas sem se afastar de uma alta qualidade espacial e arquitetônica.

 
Silent house / Takao Shiotsuka Atelier. Image © Takao Shiotsuka Atelier
Silent house / Takao Shiotsuka Atelier. Image © Takao Shiotsuka Atelier

Que outras opções de projeto parecem surgir? Suas dimensões padrão e sua natureza modular nos permitem projetar facilmente e como um "Lego", gerando topografias que podem conformar mobiliários ou desníveis, e ao girar sua posição original, suas perfurações podem criar paredes permeáveis como elementos vazados. Ideias simples que podem oferecer boas soluções sem gerar uma despesa maior.

 
Casa entre Bloques / Natura Futura Arquitectura. Image © JAG Studio
Casa entre Bloques / Natura Futura Arquitectura. Image © JAG Studio
 
 
Casas Catalinas / Agustín Lozada. Image © Gonzalo Viramonte
Casas Catalinas / Agustín Lozada. Image © Gonzalo Viramonte

Via

https://www.archdaily.com.br/br/889674/arquitetura-com-blocos-de-concreto-como-construir-com-este-material-modular-e-de-baixo-custo

https://www.mapadaobra.com.br/capacitacao/dicas-para-construir-paredes-com-blocos-de-concreto/?doing_wp_cron=1515625614.6293599605560302734375