Dicas para calcular a quantidade correta de materiais para sua obra

Como calcular?

Para fazer o concreto na obra você precisará comprar cimento, areia média e pedra brita 1. Você poderá usar também algum aditivo para melhorar a resistência e impermeabilização. Mas como saber quanto comprar de cada material?

Para responder a esta pergunta você tem que saber o traço que será usado na construção e deve ter em mãos a carta de traços. Através da carta de traços é possível saber a quantidade de cimento, areia, pedra e água que são necessários para produzir 1m3 de concreto. Na tabela abaixo você encontrará o rendimento dos traços mais utilizados na construção de casas:

Etapa de Obra
Traços
(Cim/Areia/Pedra)
Cimento
(saco 50kg)
Areia (m3)
Pedra (m3)
Água (litros)
Lajes
1 : 1,5 : 3
7,7
0,524
0,818
189
1 : 2 : 2,5
7,5
0,676
0,660
206
Fundações (sapatas, radier e estacas), colunas e vigas
1 : 2 : 3
6,9
0,522
0,768
210
1 : 2,5 : 3
6,4
0,719
0,674
207
1 : 2 : 4
5,9
0,538
0,840
202
1 : 2,5 : 3,5
5,9
0,662
0,724
205
Contrapiso, calçadas e concreto magro
1 : 3 : 6
4,2
0,564
0,882
168
1 : 4 : 8
3,2
0,584
0,912
194
Cintas de amarração
1 : 3 : 5
4,6
0,622
0,810
202

 

Logo, para calcular a quantidade de materiais necessários para fazer o concreto na obra é preciso primeiro calcular o volume e depois multiplicar pelo rendimento de cada material. Para calcular o volume você deve usar o mesmo cálculo anterior do concreto usinado.

Exemplo

Voltemos ao exemplo anterior, nele a sua casa tinha 15 colunas de 0,20×0,30×3,4m com um volume total de 3,06m³ de concreto. Para fazer este volume de concreto na obra usando o traço 1:2:4 você precisará comprar:

Cimento = volume total x rendimento do cimento

Cimento = 3,06 x 5,94

Cimento = 18,17 sacos de 50kg

Areia média = volume total x rendimento da areia

Areia média = 3,06 x 0,538

Areia média = 1,65m³

Pedra brita 1 = volume total x rendimento da pedra

Pedra brita 1 = 3,06 x 0,84

Pedra brita 1 = 2,57m³

Um dos passos principais nos processos de planejamento de uma obra, seja ela uma grande construção ou uma simples reforma, é a gestão dos materiais. O projeto final com o objetivo da obra determina os tipos de materiais utilizados.

A partir disso, será realizado o levantamento da quantidade de materiais necessárias. Esse cálculo geralmente é atribuição do engenheiro calculista, conhecido também como calculista estrutural.

Construtoras contam com a consultoria de profissionais do tipo, mas se você é estudante ou está pesquisando como calcular a quantidade de materiais para uma obra, o Blog da Atex separou algumas dicas que podem te ajudar.

Profissional especializado

A nossa primeira dica pode parecer óbvia, mas não podemos deixar passar em nosso post. O conhecimento e a experiência de um profissional de qualidade poderão te garantir um alto grau de precisão na hora de calcular os materiais e insumos a serem gastos em uma obra.

Cálculo de Materiais

Além do conhecimento técnico, um profissional com vivência conhece as adversidades mais comuns em cada tipo de obra, o que pode ajudar a estimar as possíveis perdas mais recorrentes durante as operações. Normalmente, se adiciona 10% para o caso de perdas. Assim, a execução do projeto não fica comprometida com a falta de algum material ou equipamento utilizado.

 

Procurando por Areia e Pedra em Sorocaba? Confira:

Cálculo por área

Comprar materiais “na conta” pode ser um problema em caso de imprevistos, mas ninguém quer desperdiçar e adquirir muito mais material que o necessário.

Alguns tipos de materiais têm suas particularidades importantes no processo de cálculo.

Tijolos são um exemplo, já que diferentes medidas podem impactar as compras. O ideal é calcular a área total das paredes, sem descontar a portas e janelas. Calculando altura e largura e definindo o tipo de tijolo, é fácil chegar à quantidade total necessária e a média por metro quadrado utilizada na obra. Basta multiplicar a área da parede pela quantidade gasta por metro quadrado do tipo de tijolo.

Para cimento ou concreto, o cálculo depende da mistura a ser utilizada. Uma média de referência é uma medida de cimento para três de areia peneirada. Ou seja, se em um metro quadrado utilizamos 30 litros de areia (número hipotético), usa-se 10 litros de cimento por metro quadrado.

Bastaria multiplicar esse valor por toda a área para chegar ao valor total de cimento comprado. Como o cimento é comprado em sacos de 50kg, que equivalem a 40 litros do produto, deve-se dividir o valor total em litros por 40 para chegar ao número de sacos comprados.

Cálculo de armadura de aço

O tipo de armação de aço a ser usado em uma construção também é definido no estágio de cálculo estrutural.

As armações de aço podem ser compradas prontas, caso o projeto seja compatível com o padrão de medidas do mercado, ou em barras de aço (vergalhões) de 12 m. Nesse caso, elas ainda deverão ser cortadas, dobradas e amarradas na obra.

Se o projeto prever armações prontas, não há necessidade de cálculo, já que isso é definido pelo engenheiro estruturalista.

No caso das barras de aço, você deve calcular a metragem linear por tipo e diâmetro, dividindo esse valor por 12, que é a medida padrão dos vergalhões.

Metragem linear

Para calcular a metragem linear de uma armação de aço, primeiramente tenha as medidas da estrutura em questão.

Pegando o exemplo de uma coluna de aço, você calcula sua metragem linear multiplicando a medida da coluna pela quantidade de barras de aço. Depois, basta multiplicar esse resultado pela quantidade de colunas e você encontrará a metragem linear total dessas estruturas.

Resumindo:

Metragem linear da coluna = altura da coluna x quantidade de barras

Metragem total = metragem linear da coluna x quantidade de colunas

Quantidade de barras de aço = Metragem total / 12

Calculando os estribos

Os estribos são as estruturas retangulares que envolvem as barras de aço, dando forma às armações. Eles também têm função de reforçar a estrutura quanto a esforços cortantes presentes em vigas.

Calculando barras de aço e estribos

Calcular a metragem dos estribos também é simples. Com a medida de cada peça, é só multiplicar esse valor pela quantidade a ser usada.

 

Procurando por Areia e Pedra em Sorocaba? Confira:

Sabendo a distância entre cada estribo, você pode calcular o total de peças facilmente. Basta dividir a altura da coluna pelo espaçamento e, em seguida, multiplicar a quantidade de estribos por coluna pela quantidade de colunas.

Simuladores digitais

Hoje em dia existem diversas ferramentas digitais que possibilitam um cálculo com alta precisão para definir a quantidade de materiais que devem ser compradas para uma obra. Enquanto algumas delas são softwares complexos voltados para engenheiros e profissionais da construção civil, hoje há também sites e aplicativos para smartphones que oferecem soluções com interface intuitiva para um público leigo que também permitem fazer previsões com bom nível de precisão.

Cálculo do Concreto – Concrete Mix Design

Enquanto muitos aplicativos trazem ferramentas para cálculos gerais, o Concrete Mix Design chamou a atenção por ser focado em um dos materiais mais importantes na construção civil: o concreto.

Com ele, é possível projetar as misturas para a produção do material por meio de uma calculadora com as quantidades de cimentos e agregados. Ele permite calcular as proporções de um concreto que use múltiplos agregados.

O app é voltado para um público amplo, de estudantes a profissionais da construção, atendendo a demanda de construtoras e empreiteiras para realizar o design da mistura.

A forma de usá-lo é simples: basta selecionar as condições do ambiente da obra, e escolher se será usado concreto armado ou simples, o tipo de cimento, os agregados grosseiros, finos e demais aditivos.

O app é exclusivo para dispositivos Android.

Cálculos gerais de obras

Alguns aplicativos permitem realizar estimativas precisas de cada material a ser usado em uma obra. Com interfaces intuitivas, os apps são voltados para profissionais da construção civil, mas também podem ser usados por pessoas leigas que desejam realizar pequenas obras ou reformas.

Vamos conhecer algumas das principais opções.

ConstruCalc

O ConstruCalc é um dos aplicativos mais populares do segmento no Brasil. Ele conta com calculadoras para estimar gastos de forma precisa, evitando perda de investimento e desperdício de materiais.

Ele oferece opções para calcular insumos de diversos elementos de obras, como concreto, parede, piso grosso, piso completo, piso laminado, piso vinílico, Porcelanato Líquido, piso intertravado, azulejo, pastilhas, escadas, gesso, reboco, pintura, PVC e telhas.

O app ainda disponibiliza tabelas das NBR6118, NBR6120 e tabela prática com traços de concreto para uso em obras.

O ConstruCalc tem ótimas avaliações nas duas principais lojas de aplicativos, Google Play (média 4,7) e App Store (média 4,6).

O aplicativo é gratuito e está disponível em português, espanhol, inglês e francês.

 

Procurando por Areia e Pedra em Sorocaba? Confira:

ConstruFácil

O ConstruFácil é outra opção para calcular os materiais usados em um projeto de construção civil.

Como o nome indica, o aplicativo se destaca pela interface intuitiva, com ícones, imagens e tabelas de fácil entendimento.

Ele permite calcular materiais como blocos, tijolos, cimento, areia, telhas de cerâmica e de concreto, piso de concreto e contra piso e materiais para chapisco, emboço e reboco.

Em cada item, você só precisa escolher o tipo de material e as dimensões da obra para gerar os resultados.

Dicas para calcular materiais de obra - ConstruFacil

O ConstruFácil conta com média de avaliação de 4,4 no GooglePlay e está disponível exclusivamente para dispositivos Android.

Reforma simples

A Reforma Simples é um aplicativo desenvolvido no Brasil que tem como diferencial o cálculo de orçamentos para a contratação de serviços de construção ou reformas, fornecendo valor de material e de mão de obra.

Para realizar o cálculo, o aplicativo utiliza como referência os dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi). Para isso, o Reforma Simples pergunta em qual estado o serviço será realizado e o mês de referência.

Além de uma versão gratuita, o app conta com uma versão Pro que oferece alguns benefícios exclusivos, como atualização mensal ilimitada dos preços pelo Sinapi e layout otimizado.

M² Obras

O software M2obras realiza um cálculo completo dos custos para realizar uma obra. Basta inserir algumas informações básicas a respeito do projeto que o programa apresentará uma lista com todas as etapas necessárias. O sistema ainda mantém uma base de preços de fornecedores que é atualizada constantemente.

Voltado para um uso profissional, o software só está disponível em planos semestrais de contratação mas, segundo os desenvolvedores, pode ser utilizado tanto por empresas ou pessoas que desejam conduzir a própria obra. Ele também oferece aplicativos para iOS e Android.

Outras opções

Ainda para Android, o aplicativo 50+ calculadoras de construção permite realizar cálculo dos materiais para uma série de estruturas de obras. Ele também pode ser acessado em navegadores de internet pelo link.

As funcionalidades da ferramenta permitem calcular os gastos de material para executar telhado, escadas de madeira e de metal, fundações, cercas, paredes, pisos e outras estruturas.

 

App de cálculo de materiais

A evolução dos softwares democratizou o acesso a informações técnicas. Por mais profundas que essas ferramentas possam ser, as novas tecnologias criam formas intuitivas para resolver diferentes problemas.

E lembre-se! No caso de dúvidas, não deixe de procurar a experiência de um profissional qualificado. Por isso, sempre indicamos que você consulte um calculista para ajudar com seu projeto.

Está procurando novas formas de otimizar os custos da sua obra? Considere realizar seu próximo projeto com as lajes nervuradas e reduza seus gastos com aço e concreto em até 30%.

Via https://www.atex.com.br/blog/materiais/dicas-para-calcular-materiais-obra/