Conheça os tipos de toldos mais procurados

Toldos e coberturas são acessórios instalados em ambientes externos de casas e edifícios, servindo para manter os locais protegidos do sol e da chuva e também para controlar a temperatura ambiental, gerando maior conforto em áreas sociais e mantendo a decoração no ambiente.

Procurando por Toldos em Sorocaba? Confira:

O mercado oferece uma grande variedade de toldos e coberturas, com modelos e tamanhos diferentes, além de cores as mais diversas. A escolha do toldo deve ser feita segundo os critérios de proteção. Assim, se a intenção é proteger portas e janelas de sol e de chuva, as melhores opções são os toldos e coberturas móveis, podendo ser retos ou fixos, que são instalados na parede, oferecendo mais segurança aos usuários. Conheça os dez modelos de toldos mais procurados e entenda sua função:

Toldos Fixos

São modelos que não podem abrir ou fechar, sendo instalado de forma fixa. Estes modelos são ideais para quem busca cobrir determinada área e não pretende modificar a posição do toldo, como no caso de coberturas de salões, varandas, quadras etc. Possuem a estrutura de alumínio aparente, sendo menos discretos esteticamente que os demais modelos.

Toldos Retrátil

São toldos que fecham de forma sanfonada, servindo como uma espécie de "cortina" de luz.

Toldo Capota

São toldos de modelo arredondado, que abrem e fecham através de uma corda que puxa e solta o toldo. São os modelos mais utilizados em janelas de apartamentos e casas.


Toldo Túnel

Fazem parte da categoria de toldos fixos e, como o nome já fiz, formam uma espécie de túnel no local onde são instalados, sendo muito utilizado em passagens como corredores, halls, etc.

Leia também: Toldos e Ombrelones: Como utilizar cada item na área externa

Toldo de braço retrátil

O toldo de braço retrátil é muito comum nas varandas muito grandes ou para cobrir pátios. São colocados com uma inclinação mínima de 20º que permite o escoamento da água de chuvas leves e breves. O produto é fixado em balanço, seja na parede ou no teto.

Toldos Verticais

São conhecidos como estores. São colocados verticalmente e geralmente estão sujeitos ao corrimão.

Toldo Embutido

São toldos que também possuem braços articulados, mas ficam guardados em um box quando recolhidos. São as melhores opções para quem deseja uma aparência mais discreta para o toldo.

Toldos Capô

Projetados para janelas pequenas, podendo ser fixo ou móvel. Ajudam a manter o calor fora da casa. Podem ser quadrados ou semi curvados.

Toldos Tensionados

Toldos tensionados privilegiam a leveza e o corte especial, utilizam o mínimo de estrutura metálica e usam cabos de aço para esticar a lona.

Existem também no mercado de toldos e coberturas modelos móveis, são eles:

Toldo Piramidal

Um dos toldos mais tradicionais. Montado em sistema de encaixe e unido com parafusos e conexões em aço inoxidável. Possui lona de cobertura em PVC. Disponível em vários tamanhos e pode vir com fechamento lateral. Usada nos mais diversos tipos de eventos (churrascos, aniversários, casamentos,etc).

Toldo chapéu de bruxa

Montado em sistema de encaixe e unido com parafusos e conexões em aço inoxidável. Em terrenos arenosos ou com gramado, é preciso utilizar tablado. Disponível em vários tamanhos, é o tipo mais prático de toldo portátil.

Leia também: Como escolher o melhor material para toldo?

Reunimos algumas imagens de ambientes decorados com toldos. Veja a galeria abaixo e se inspire para escolher o seu modelo de toldo:

Toldo sobre pergolado

El Jardín de Ana JardimEstufas
 

Uma das versões mais simples e fáceis de incorporar. Um pergolado, que neste caso é metálico, mas que poderia ser de qualquer material, complementando-se com o toldo. Assim, há mais áreas de sombra para além da cobertura do telhado, criando espaço para uma mesa de jantar com 6 cadeiras para desfrutar tranquilamente. Dessa forma, temos garantia de conforto e proteção.

 

Combine o toldo com a decoração

homify JardimEstufas
 

Uma ideia que pode ter um resultado estético muito interessante, é alinhar a cor do toldo com a paleta usada no espaço que será protegido. O resultado é um conjunto mais harmônico e que diferencia o espaço. 

 

Toldo com paredes

homify JardimEstufas
 

Esse toldo acompanha paredes de plástico transparentes e brancas, que podem facilmente enrolar-se quando pretende-se manter o espaço aberto. São ideais quando há chuva, para não deixar a água atrapalhar um momento tranquilo e relaxante. O conjunto é um pequeno ambiente exterior que mantém certa privacidade. 

Toldos combinados

El Jardín de Ana JardimEstufas
 

Uma forma artística de cobrir mais espaços é incorporar dois ou mais toldos que se complementam. Desta forma, conquistamos mais sombra, além de que a combinação de ambos cria um espaço artístico e original.

Toldo para varandas

TOLDOS ROAMA JardimEstufas
 
As varandas apresentam problemas diferentes dos jardins, que recebem sol de cima e dos lados. O toldo da imagem traz um fechamento integral que pode ser desmontado e enrolado, deixando-se apenas a parte superior ou as laterais. Adoramos o estilo em listras, escolhido para esta varanda.
 

Toldos com braços articulados

Tendals Egara JardimEstufas
 

Os toldos com braços articulados podem ser maiores e usados para cobrir o sol de espaços amplos. Podem ser estendidos ou retraídos, dependendo da incidência da luz solar e ainda são muito resistentes e duradouros.

Leia também: Toldos para garagem e veículos
 

Toldos tipo vela

DISTRIBUCIONES/JP JardimEstufas
 

Este toldo que nos lembra a vela de um veleiro, resulta em um dos tipos mais atrativos para cobrir espaços demasiadamente grandes. A cor branca se mantém no tema náutico e é estruturada a partir de pilares de metal. Como a posição do sol varia e a capacidade de proteção destes toldos é limitada, é recomendado usá-los para proteger a área de móveis de jardim, deixando o restante do espaço beneficiar-se do clima sem cobertura.

Toldos para eventos especiais

Marie de Saint Victor JardimEstufas
 

Se queremos organizar um evento ao ar livre e pensamos em convidar um número considerável de pessoas, então temos que investir em um toldo imediatamente. É a melhor forma de não vermos a festa arruinada por um sol demasiadamente radiante ou, pior do que isso, uma chuva torrencial. Nesse contexto, o toldo ainda pode fazer parte da decoração!

Toldos que aproveitam estruturas pré existentes.

Arredo-Giardino.com JardimEstufas
 

Os toldos colocados com tensores podem enganchar-se a estruturas pré-existentes. Neste caso, servem muros, telhados, colunas e pilares, deixando sua aplicação infinitamente mais simples. Estes toldos são práticos e bastante econômicos. 

Procurando por Toldos em Sorocaba? Confira:

Os materiais

As lonas de PVC e as acrílicas possuem maior custo benefício, têm fácil limpeza por não serem aderentes e são bastante resistentes. As acrílicas garantem isolamento térmico e as de PVC, maior resistência às intempéries. As lonas de vinil plástico com trama de nylon são indicadas para quem quer que a área de cobertura do toldo continue recebendo luminosidade total do ambiente externo. Este tipo de material tem resistência de aproximadamente oito anos. O policarbonato é uma opção indicada para quem deseja que a luz entre no ambiente e que a chuva seja barrada. O material tem a mesma aparência do acrílico, porém com a vantagem de ser flexível.

As estruturas

As estruturas de alumínio e aço levam vantagem sobre as estruturas de ferro. O aço gera um investimento maior e apresenta melhores resultados e durabilidade. Porém, longe do litoral, o ferro pode durar de 8 a 10 anos se for protegido com uma pintura anticorrosiva. Para garantir maior durabilidade ao metal, é possível usar recursos como, pintura eletrostática, anodização e outros tratamentos.

Limpeza, manutenção e durabilidade

Independentemente do material escolhido, os toldos requerem cuidados específicos. Não é recomendável guardá-lo molhado e é necessário lavá-lo com frequência. Para a lavagem, use sabão neutro e água; nunca utilize produtos químicos, pois eliminam os tratamentos antimofo e UV, que evitam o ressecamento precoce do tecido; e não lave com jatos fortes de água, pois estes podem perfurar o tecido do toldo. O ideal é que a lavagem seja feita a cada 90 dias. É possível ainda contratar uma empresa especializada para fazer a limpeza.

via Homify